Fechar

Escolha o seu idioma ou região

Close

This website content is also available in COUNTRY TO CHANGE.

Cortiça apresentada na nova instalação do MAAT em Lisboa

Cortiça apresentada na nova instalação do MAAT em Lisboa

Notícias

Uma experiência sensorial na APQHome – MAAT, da Ana Pérez Quiroga.

Foram usadas uma série de soluções técnicas à base de cortiça da Amorim Cork Composites na APQHome – MAAT, projeto que, até 19 de outubro, oferece uma experiência absorvente no Museu da Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT). Este é, até à data, o projeto artístico mais extenso de Ana Pérez-Quiroga e é composto por uma área doméstica – uma casa e os seus objetos – e um jardim. O projeto tem como curador o diretor do MAAT, Pedro gadanho.

  • "Os compósitos de cortiça usados – que vão desde granulados de cortiça (usados nos canteiros do jardim ou para enchimento dos assentos) até rolos – são excecionais não só por causa do seu valor formal, mas também porque, em termos táticos, criam uma vontade imediata de lhes tocar", Ana Pérez-Quiroga.

    APQ-home-cork-sofa.jpg
  • A artista levou muito tempo a estudar os materiais que poderiam, com sucesso, ser usados no projeto.

    APQ-home-cork-bed.jpg

A Corticeira Amorim é um dos parceiros empresariais do projeto APQHome – MAAT e para o soalho, Ana Pérez-Quiroga, além das soluções de compósitos de cortiça, escolheu a solução visual de tom esbranquiçado da Wicandres – A marca premium da Amorim Revestimentos.

A APQHome é um trabalho de “arte total” que tem o objetivo de envolver visitantes e que requer a sua intervenção. Os visitantes são convidados a fazer parte de uma imersão profunda durante 48 horas, numa performance do quotidiano, propiciando a fusão entre a arte e a vida.

Além de ser possível desfrutar do espaço, os visitantes também poderão adquirir vários objetos que estão disponíveis para venda. Depois da inauguração do projeto, a artista Ana Pérez-Quiroga continuará a estar associada à instalação. Vai organizar, preparar e participar em almoços, nos quais ela dinamizará conversas sobre a vida e a arte.

Durante esses dias, os membros do público também poderão visitar a instalação. São esperados cerca de 500 visitantes por dia. A visita é complementada com uma visita guiada e atividades conduzidas pelo Serviço de Educação e que são acontecem entre o meio dia e as oito horas da noite.

Partilhar

Tem interesse em saber mais sobre este tema?

Submeta os seus dados e nós entraremos em contacto consigo.